• Liquid-Light-series---Brunno-Jahara-(bx)
  • Coleção-X-Tables-para-St
  • Coleção-Transatlântica-para-Vista-Alegre---Brunno-Jahara-(bx)
  • Coleção-Multiplástica-Doméstica---Brunno-Jahara-(bx)-(1)
  • Coleção-Batucada---Brunno-Jahara-(bx)
  • Brunno-Jahara
  • Brunno-Jahara-(2)

Estilo multicultural

 

O designer carioca Brunno Jahara celebra 10 anos de carreira com exposição solo no Museu Histórico Nacional, do Rio de Janeiro, e livro sobre sua obra.

A mostra ‘Hiperbólico’, que fica em cartaz até 21 de maio, expõe o trabalho de um dos mais promissores designers brasileiros, o carioca Brunno Jahara, que completa 10 anos de carreira em 2014 e realiza pela primeira vez uma exposição retrospectiva de sua obra, com curadoria de Marcelo Vasconcellos, da galeria carioca MeMo. A mostra está no Museu Histórico Nacional, considerado um dos mais importantes museus brasileiros.

Com 750m2, a exposição ‘Hiperbólico’ ocupa três galerias do museu e apresenta as principais peças e coleções do designer como a Neorustica, BatucadaMultiplástica, Doméstica e Palafitas, além de croquis e desenhos técnicos, informações sobre os processos de produção e referências criativas. O livro será lançado no final de abril.

O nome ‘Hiperbólico’ foi escolhido, pois representa uma função matemática na forma de uma curva, a hipérbole, elemento bastante explorado no trabalho do designer. Também uma figura de expressão, a hipérbole remete ao exagero, presente nas grandes salas da exposição e na estética brasileira, adotada por Jahara.

“Essa exposição é um percurso dentro do meu universo criativo e onde se vê pela primeira vez meu histórico e as peças mais representativas do meu trabalho nos últimos anos. É como voltar para casa e mostrar o que fiz, depois de tanto viajar pelo mundo. Deixei o Rio de Janeiro há muito tempo e agora retorno com uma rica bagagem para mostrar”, afirma o designer.

Com influências de cada um dos lugares em que viveu ou passou, a obra de Jahara possui forte influência do Brasil, a natureza do país e sua cultura. De acordo com o designer, isso resulta em peças que mesclam diferentes materiais como alumínio, madeira, latão, porcelana, vidro, plástico, e papel.

Após seis anos na Europa, onde colaborou com grandes nomes do design e da arquitetura internacional como Jaime Hayon e importantes marcas como Heineken, Melissa, Fabrica, St James e mais recentemente a tradicional fabricante de porcelanas portugesa Vista Alegre, Jahara voltou ao Brasil onde abriu seu estúdio em São Paulo, em 2010, e também no Rio de Janeiro, em 2013. A primeira exposição internacional do designer aconteceu em Tokyo, em 2003, seguida da participação em mostras e espaços culturais como a La Triennale di MillanoCentre Georges Pompidou, Milan Furniture Fair e Philips de Pury.

A exposição está aberta ao público até 04 de maio.

Serviço

– Curadoria: Marcelo Vasconcellos

Marcelo Vasconcellos é sócio da Galeria MeMo (Mercado Moderno), especializada em design. Organizou o livro Móvel Brasileiro Moderno, publicado em parceria com a FGV Projetos e Editora Aeroplano, constituindo-se numa importante referência para pesquisa e informação sobre o tema. Nos últimos dois anos produziu mostras de importantes nomes do design brasileiro como Sergio Rodrigues, Fernando Mendes, Rodrigo Calixto e Zanini de Zanine na própria galeria e em espaços como a Casa Electrolux, Museu Oscar Niemeyer e Museu Histórico Nacional. A MeMo, que também tem Alberto Vicente como sócio, foi o único espaço dedicado ao design na América Latina a sair publicada por três anos consecutivos na renomada revista WallPaper*.

– Realização: Jahara Studio, Galeria MeMo (Mercado Moderno), Editora Olhares e Museu Histórico Nacional

Museu Histórico Nacional

Praça Marechal Âncora, s/nº, próximo à Praça XV

www.museuhistoriconacional.com.br

Aberto ao público de 3º a 6º feira das 10h às 17h30 e aos sábados, domingos e feriados das 14h às 18h.

Pin It

Comments are closed.

« »